[nov/2020] Quais são as vantagens de utilizar a nuvem para salvar arquivos? Entenda aqui

4 minutos para ler

A cloud computing, ou computação em nuvem, se baseia no envio de dados para servidores remoto, conhecidos como cloud. Com essa nova proposta, surgiram várias soluções, como plataformas e outros serviços, o que gera aumento na adoção da alternativa. Mas você sabe quais são as vantagens de usar a nuvem para salvar arquivos?

Em uma clínica ou em um consultório, isso é especialmente interessante por causa dos impactos positivos no cotidiano e até na experiência dos pacientes. Com soluções adequadas nesse sentido, é possível consolidar efeitos muito interessantes.

Então, veja quais são benefícios de fazer esse tipo de salvamento com apoio da nuvem!

Mobilidade

Um dos pontos fortes da nuvem é o fato de ela permitir acessar os arquivos de qualquer lugar. Como uma nuvem que se move sobre as nossas cabeças, o servidor remoto está disponível onde você estiver — basta ter uma conexão com a internet.

No cotidiano, essa é uma forma de ter acesso fácil a um prontuário mesmo que você esteja no trânsito, por exemplo. Assim, tudo fica mais dinâmico.

Além disso, essa é a característica que viabiliza a existência de plataformas que funcionam online. Assim, não é necessário instalar um software para cada computador, pois tudo pode ser acessado com facilidade.

Aumento da flexibilidade

Ao usar a nuvem para salvar arquivos, é possível ter muita flexibilidade. O motivo é simples: diante do crescimento do volume de informações, não é preciso adquirir mais equipamentos ou usar um espaço físico maior.

Em vez disso, só será preciso escolher um plano adequado para o uso da nuvem. Então, trata-se de uma solução escalável, que acompanha o crescimento da clínica e que não exige grandes mudanças e adaptações no decorrer do tempo.

Redução dos custos

Ao mesmo tempo, a cloud computing é determinante para entregar mais economia. Afinal, como não depende de servidores e equipamentos físicos, o custo para usá-la é bem menor.

Além disso, é possível aumentar a produtividade na clínica e no cotidiano profissional. Com facilidade de acesso, é possível trocar informações de forma ágil entre os profissionais e os setores, o que acelera a tomada de decisão. Também há como centralizar as informações, facilitando a visualização dos arquivos e dos dados, de modo geral.

Com menos erros e mais eficiência, toda a operação passa a gastar menos. Inclusive, não é necessário licenciar um software para cada dispositivo. Com isso, a gestão financeira sai favorecida.

Total segurança de dados

Usar a nuvem para salvar arquivos também ajuda a manter a proteção das informações. Ao contrário do que muita gente pensa, inclusive, podemos dizer que é mais seguro manter informações dessa maneira.

Afinal, é possível definir regras para o acesso (como o uso de senhas) e ainda contar com camadas de proteção (como a criptografia). Como resultado, há menos riscos de os dados vazarem ou serem acessados por pessoas não autorizadas. Na área da saúde, tudo isso é especialmente importante.

A ER Clinic, por exemplo, atende aos critérios definidos do Nível de Garantia de segurança 1 e 2, recomendados pelo Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Sendo assim, é possível eliminar o uso do papel de forma definitiva com a adoção da assinatura digital dos documentos do prontuário eletrônico — e tudo isso sem comprometer a proteção.

Para aproveitar as vantagens, é preciso contratar um serviço adequado nesse sentido. Portanto, vale procurar uma empresa consolidada, que siga padrões oficiais e que tenha uma solução com boa estrutura e funcionalidade. Desse jeito, será mais fácil incorporar essa solução ao dia a dia.

Você pôde ver que usar a nuvem para salvar arquivos é vantajoso ao trazer eficiência, produtividade, economia e segurança. Com a escolha do recurso certo, os resultados positivos se concretizam.

Fique por dentro das novidades e de outras soluções para a clínica ou consultório. Assine nossa newsletter e não perca nada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário