[dez/2020] Prescrição médica eletrônica: conheça 5 benefícios

3 minutos para ler

A tecnologia é uma aliada importante para transformar a rotina médica. Um dos exemplos mais notáveis disso é o uso da prescrição médica eletrônica.

Já regulamentada pela legislação brasileira, é adotada em inúmeras clínicas do país devido a seus benefícios significativos, que vão muito além do descarte do uso de papel e caneta.

Quer conhecer uma lista completa do que este recurso pode garantir para seus procedimentos clínicos? Veja, a seguir, os 5 pontos considerados essenciais!

1. Verificação automática de alérgicos

Com a prescrição médica eletrônica, você consegue cadastrar todos os medicamentos aos quais o seu paciente é alérgico. Assim, ao prescrever uma medicação, um alerta é emitido, caso ela contenha os princípios ativos proibidos.

Essa é uma maneira de garantir mais segurança para o paciente e mais eficiência para o tratamento escolhido. Além disso, mostra uma preocupação maior e um cuidado especial com o paciente, aumentando sua confiança em seu trabalho.

2. Alerta de interação medicamentosa

Os métodos tradicionais não garantem um rastreio de interação medicamentosa eficaz. A versão eletrônica, porém, permite que as interações entre os fármacos sejam identificadas imediatamente. Ter esse controle é essencial para a eficiência do tratamento.

Isso porque, com um efeito inesperado, o medicamento pode ter sua ação reduzida ou potencializada. Isso atrapalha os resultados, o que não é bom para o paciente e para o médico responsável. Com o alerta, a prescrição é mais precisa e esse choque pode ser evitado antes mesmo da ingestão.

Falar no WhatsApp com um consultor ER ClinicPowered by Rock Convert

3. Alerta de medicamentos descontinuados

Na prescrição médica eletrônica, há uma base de medicamentos e produtos prescritíveis. Ela é atualizada diariamente por médicos e farmacêuticos, de modo a oferecer sempre o que há de melhor e mais atual em termos de tratamento para os mais diversos problemas.

No entanto, é importante lembrar que, eventualmente, algum medicamento pode ser descontinuado. Dessa maneira, a prescrição também envia um alertar em casos de revisão de produtos, para que você invista apenas em opções acessíveis e lançamentos.

4. Agilidade no processo de medicação e tratamento

Prescrições tradicionais podem se perder em algum ponto do tratamento, especialmente aqueles que são um pouco mais longos.

Sem o histórico de medicação, acompanhar os detalhes dos medicamentos e da evolução do paciente fica muito mais difícil. Mas com a prescrição digital é possível conciliar informações e dados de maneira quase imediata e contar com registros assertivos.

5. Automatização na tomada de decisões com a prescrição médica eletrônica

Por fim, o que pouca gente sabe é que a prescrição eletrônica também auxilia e automatiza a tomada de decisões da rotina médica. Com formulários completos sobre dosagens e quantidades, o médico consegue visualizar melhor o que é mais adequado para o estágio do paciente.

Com o passar do tempo e os sinais de melhora, as decisões acabam mudando e todo esse registro é reavaliado para novas adaptações, até que o paciente complete o tratamento.

A prescrição médica eletrônica é uma tendência que veio para ficar. Portanto, se a sua intenção é otimizar o seu atendimento clínico, procure já por um fornecedor de qualidade que possa oferecer essa tecnologia.

A ER Clinic pode ser a alternativa perfeita para você! Entre em contato conosco e conheça essa e outras soluções que podem melhorar a sua gestão de clínicas.

Você também pode gostar

Deixe um comentário